Pegamos outro trem para Cesky Budejovice, e de lá, outro para Cesky Krumlov. O primeiro foi, de longe, o melhor de todos.
Chegamos atrasados, e tivemos que correr para pegar o trem ainda na estacao. Chegamos dois minutos antes dele partir, e nos malocamos na primeira cabine com uma unica pessoa que vimos pela frente. A garota, parecia uma mumia. So olhava para frente, de cara amarrada. Enquanto ríamos da cara dela, entrou o fiscal do trem, que nos disse, em tcheco, ingles, portugues e russo, que aquilo era primeira classe, e que a garota tinha pagado pra viajar sozinha.
Ok, ok. Por causa da Agata, conseguimos uma cabine so pra gente, e nao pagamos mais por isso.
Há, há, há.

De patråo

Logo depois desse despojo todo, dois policiais abriram a porta, que estava trancada e cortinadas, e fizeram o Léo pular de susto. Pediram os passaportes, e rolou um clima de tensao. Nada demais, eram até legais, mas depois disso, o garoto entrou nos eixos e sentou reto, duro, perguntando o porque deles precisarem estar vestidos de preto. Mamae disse que queria levar um policial desses lá pra casa.

Anúncios