A população de Assis é de aproximadamente 25 mil pessoas, das quais 6 mil residem no centro histórico, formado por construções de pedra. Além destas típicas residências há também, devido principalmente ao grande movimento turístico, diversos estabelecimentos comerciais e restaurantes. Toda a cidade é um labirinto de estreitas e sinuosas ruas, que fazem do lugar um convite irresistível à caminhada e exploração de suas vielas. A cidade surgiu com a civilização Etrusca, sendo mais tarde colonizada pelos romanos, que lhe deram o nome de Asisium. Algumas construções deste período ainda sobrevivem e podem ser visitadas, como o Templo de Minerva e as ruínas do Anfiteatro da cidade.

A história de São Francisco de Assis e sua cidade são inseparáveis. Foi aqui que ele nasceu, em 1182, como filho de um rico comerciante, e cresceu com todos os luxos e confortos típicos de um jovem de boa família. A mudança de rumo em sua vida aconteceria após uma visão, quando Deus lhe pediu para reconstruir uma antiga igreja abandonada nos arredores da cidade. Durante as obras ele travou contato com a miséria e os pobres da cidade, e conheceu também a cobrança de dízimos, que eram embolsados pela igreja. Viu também como os ricos comerciantes da cidade, inclusive seu pai, auferiam grandes lucros com a obra, e tudo isto lhe fez questionar se estes seriam realmente os propósitos de sua missão. Amargurado e decepcionado com a ganância de tantos a sua volta, tomou a decisão que iria mudar sua vida daí para frente. Na praça central da cidade, e na presença de uma multidão que mal conseguia acreditar no que ouvia, ele renunciou à fortuna, ao título e até mesmo às suas roupas, que foram devolvidas ao pai. Fez voto de pobreza e assumiu o compromisso de, daquele dia em diante, dedicar sua vida à caridade e à prática dos ensinamentos de Jesus.

Aquela antiga igreja reformada por São Francisco hoje é um dos trechos incorporados à basílica da cidade. Antes de chegar lá, no entanto, há diversos outros pontos da cidade que merecem ser visitados.

Comece pela própria praça central, cercada por igrejas decoradas com belos murais trabalhados. Os prédios e torres que cercam esta praça foram construídas durante os séculos 13 e 14. A pouca distância está localizado o Templo de Minerva, construído durante o século 1 antes de Cristo.

A Basílica de São Francisco de Assis é mais importante monumento da cidade. O complexo da basílica é composto de duas igrejas, construídas uma sobre a outra. A inferior foi construída entre 1128 e 130, adornada com afrescos dos séculos 13 e 14, da autoria de mestres como Cimabue, Giotto, Lorenzetti e Simone Martini. A parte superior foi construída entre 1230 e 1253, e está adornada com afrescos de Giotto, ilustrando passagens da vida de São Francisco. Faz parte do conjunto também a cripta onde estão guardados seus restos mortais.

Outra igreja muito visitada na cidade é a de Santa Clara. Francisco e Clara, quando jovens foram amigos e namorados. Quando Francisco tomou a decisão de mudar de vida e fundar uma ordem religiosa, Clara decidiu seguir seus passos e também dedicar o resto de sua vida à palavra de Deus. Fundou então uma ordem religiosa feminina, que mais tarde viria a ser conhecida como Ordem de Santa Clara.

Outros pontos muito visitados da cidade são Duomo di San Rufino, uma autêntica jóia do século 12, construída no mesmo local onde ocorreu o martírio deste santo, primeiro bispo da cidade. Veja também a Igreja de San Damiano, situada na parte externa das muralhas de Assis, onde está localizado o Crucifixo através do qual Deus dirigiu-se ao jovem Francisco, mudando sua vida daquele dia em diante. Outro local muito bonito é Eremo della Carceri, mosteiro situado entre verdes gramados e pesados carvalhos, e que ficou conhecido como o local onde São Francisco e seus seguidores costumavam se reunir para orar e meditar.

Procure visitar também a muralha medieval que ainda cerca trechos da cidade, e seus oito portões de acesso, conhecidos como Portão de São Perlici, Moiano, Francisco, Jaime, Pedro, Capuchinho, Antonio e Portão Novo. Visite também Rocca Magiore, uma grande fortaleza do século 12 construída para dominar toda a área.

Barbadas de Assis

Na belíssima Assis, o melhor lugar para saborear o tradicional ravioli com molho de trufas é a Pizzeria Il Duomo, fica escondida num dos becos próximos ao Duomo. Turistas não costumam ir lá, perguntem aos nativos. Tem bom custo-benefício.

Se for a Assis, não deixe de conhecer outras cidades próximas, como Perugia e Arezzo, que são lindíssimas e estão fora do roteiro turístico mais badalado. Em Perugia, passeie pelo centro histórico medieval, que é uma viagem no tempo, e visite a Rocca Maggiore, a fortaleza central.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s