A fermentação da cerveja é uma das áreas onde a tradição, originalidade e experiência têm um papel muito importante. A história da fabricação da cerveja na República Tcheca data do século XIII, o que assegura os mais altos padrões mantidos pelas cervejas tchecas. Em tempos medievais, o direito de fabricar cerveja era concedido ao rei e era um privilégio. Ao contrário de muitos países, muitas cidades e até mesmo pequenos vilarejos tinham seu próprio processo de fermentação para a produção de cervejas especiais. Esta realidade possibilitou uma enorme variedade de sabores que podem ser encontrados na República Tcheca – ampla variedade de cores, conteúdo alcoólico e sabor.

A excepcional qualidade da cevada e lúpulo misturados à água pura deu às cervejas tchecas qualidades para que alcançassem os padrões de qualidade existentes no mundo todo. As marcas tchecas tem tido tanto sucesso que as companhias em outros países começaram a imitar as receitas e duas cervejas têm até mesmo os nomes dos seus próprios tipos – Pilsner e Budweiser.

A República Tcheca também continua a manter-se na lista dos melhores países do mundo com alto consumo de cerveja per capita – 156 litros por ano, 41 litros a mais do que na Alemanha e mais do que três vezes comparado ao Brasil. Esta classificação não somente mostra a preferência dos tchecos por seu chamado “pão líquido”, como também de certa forma mostra a demanda através do consumo pelos turistas quando visitam a República Tcheca.

As melhores

O privilégio de fermentar cerveja foi concedido à cidade de Ústí nad Labem já em 1249, há mais de 750 anos. Em 1860 havia 14 fábricas de cerveja na região da cidade que se fundiram e foram à falência posteriormente. A cerveja Ústí estava sendo exportada para vários destinos no mundo no início do século XX, inclusive para os Estados Unidos, América do Sul e África do Sul. O Rei Inglês Edward VII apreciou muito esta cerveja durante sua estada nos spas tchecos. A marca Zlatopramen foi registrada em 1967 e deu o nome à fábrica de cerveja posteriormente.

O início da fermentação de cerveja em Plzeň (Pilsner em Alemão) data do início do século XIV, apenas há alguns anos após a fundação da cidade em 1295. Em 1° de março de 1859, a marca “Pilsner Bier” foi registrada na Câmara de Comércio da Cidade. Desde então, devido a sua excepcional qualidade e sabor, tornou-se uma marca mundialmente conhecida e tão procurada que até mesmo deu o nome a um tipo de cerveja lager fermentada.

Plzeňský Prazdroj é a companhia de fermentação de cerveja líder na Europa Central. Possui a maior venda de cerveja na República Tcheca e é a maior exportadora de cerveja para quase 50 países no mundo todo. Através de suas marcas Pilsner Urquell, Gambrinus, Radegast e Velkopopovický Kozel, a Plzeňský Prazdroj vende mais cerveja no mercado tcheco do que qualquer outra companhia.

A moderna história da fermentação da cerveja iniciou-se em 1967 quando o Ministro da Agricultura da República Tcheca estabeleceu a empresa nacional Budějovický Budvar (Budweiser Budvar, N. C.) como sucessora direta da Czech Share Brewery. Vem produzindo cerveja em České Budějovice desde 1895 e continuou com uma antiga tradição de mais de 700 anos na produção de cerveja em České Budějovice (antiga Budweis).

A qualidade e reputação da cerveja Budweiser cuja história data do século XIII, levou ao fato de que a fórmula original e seu nome sempre foram objeto de imitação e cópia. Em qualquer parte do mundo onde se pode comprar a Budweiser Budvar, você pode estar certo de que ela foi produzida no lugar de sua origem, České Budějovice (antiga Budweis). O termo “Budweiser beer” é oficialmente protegido pela União Européia através do instituto, “Indicação Geográfica Protegida”. Este privilégio é também um grande comprometimento que, entre outros, significa que esta cerveja não pode ser produzida em outros locais a não ser em České Budějovice.

A Budweiser Budvar possui uma propriedade intelectual valiosa na forma de 380 marcas registradas em 101 países no mundo. Algumas das mais importantes são a Budweiser, Budweiser Budvar, Bud, “Budějovický Budvar” e Czechvar. Esta grande propriedade intelectual está relacionada ao seu local de origem, a cidade de České Budějovice (antiga Budiwoyz ou Budweis).

Através da expansão gradual e orientada para resultados em mercados estrangeiros e o fortalecimento das vendas em nosso país, a Budweiser Budvar alcançou a posição de parceiro importante no mercado cervejeiro e não somente na República Tcheca. O volume de vendas para exportação posiciona a cerveja lager premium Budweiser Budvar entre uma das marcas de cerveja mais exportadas da República Tcheca.

A Pivovary Staropramen é a segunda maior produtora de cerveja na República Tcheca, com uma fatia de mercado doméstico da ordem de 14%. Suas cervejas são fermentadas conforme receitas originais e com ênfase na seleção de ingredientes de primeira classe. A companhia é uma das mais importantes exportadoras tchecas de cerveja e a marca Staropramen é exportada para mais de 30 países no mundo. Atualmente, a Pivovary Staropramen é composta de três indústrias que produzem uma ampla variedade de cervejas de qualidade, inclusive suas próprias cervejas suaves e mais escuras.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s